Vendas do varejo paulistano cresceram entre 8% e 10% no Carnaval, diz ACSP

O aumento, comparado a igual período de 2023, tem como uma das explicações o sucesso dos blocos de rua na capital, segundo a entidade

Redação DC
15/Fev/2024
  • btn-whatsapp
Vendas do varejo paulistano cresceram entre 8% e 10% no Carnaval, diz ACSP

Análise da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) aponta que as vendas do varejo paulistano podem ter crescido entre 8% e 10% durante o Carnaval, na comparação com igual período do ano passado. Segundo a entidade, o prognóstico reflete a trajetória ascendente do Carnaval de rua na capital.

Ulisses Ruiz de Gamboa, economista da ACSP, destaca que o avanço das vendas está diretamente relacionado à compra de itens específicos, tais como fantasias, maquiagens e acessórios carnavalescos, além das vendas de supermercados. 

Ele ressalta também o crescente número de blocos de rua na cidade, atraindo foliões de diversas regiões, o que impulsiona não apenas o entretenimento, mas também setores como os de hotelaria, bares e restaurantes e lojas especializadas em artigos para o Carnaval.

O economista enfatiza a importância do Carnaval como um catalisador para o turismo interno na cidade de São Paulo, atraindo visitantes de outras regiões do Brasil “Esse influxo de turistas não apenas estimula o comércio local, mas também fortalece a imagem da cidade como um destino culturalmente diversificado”, diz.

Ruiz de Gamboa afirma ainda que, apesar de se tratar de um evento que movimenta principalmente segmentos que comercializam artigos de menor valor, pagos preferencialmente à vista, o desempenho das vendas no período de Carnaval oferece boas perspectivas para o comércio em geral.

Essa perspectiva é baseada no aumento da renda dos consumidores, que tem reflexo na recuperação gradual da economia após os desafios enfrentados nos últimos anos.

BARES E RESTAURANTES

Os bares e restaurantes também projetam bons resultados no período. Em entrevista à CNN, Paulo Solmucci, presidente da Abrasel, diz que o Carnaval de 2024 foi o melhor da história para o setor. 

Números levantados por ele, que ainda são preliminares, mostram um crescimento de 15% nas vendas nacionais, na comparação com igual data de 2023.

Em algumas regiões do Brasil, como em Recife, a expectativa é de crescimento de 50% nas vendas.

 

IMAGEM: Rovena Rosa/Agência Brasil

Store in Store

Carga Pesada

Vídeos

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

129 anos da ACSP - mensagem do presidente Roberto Ordine

Novos tempos, velhas crises

Confira como foi o 4° Liberdade para Empreender

Colunistas