Leis e Tributos

Facesp e ACSP reivindicam da Receita novo prazo para a entrega da ECF


A data limite para o envio do arquivo de Escrituração Contábil Fiscal encerra-se em 30 de setembro. Pedido de adiamento do prazo é justificado pela complexidade das exigências


  Por Mariana Missiaggia 14 de Setembro de 2015 às 17:58

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


O prazo para a entrega da ECF (Escrituração Contábil Fiscal) está se esgotando. O documento eletrônico deverá ser encaminhado ao fisco até o último dia útil do mês de setembro. No entanto, Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), e a ACSP (Associação Comercial de São Paulo) listam uma série de problemas que vem sendo enfrentados pelas empresas em relação à obrigação de envio do arquivo. 

De acordo com a Facesp e ACSP, as inconsistências apresentadas pelo programa em sucessivas versões e a complexidade das exigências dificultam o preenchimento da ECF, expondo as empresas a riscos de multas em casos de informações inexatas ou incompletas, que variam em função do regime fiscal e da natureza da falha.

A solicitação das entidades em documento enviado para Jorge Rachid, secretário da Receita Federal, destaca que a informatização das relações Fisco/contribuintes adotada nos últimos anos, trouxe uma série de dificuldades para as empresas, "especialmente as de menor porte, que não contam com estrutura técnica e recursos humanos suficientes para atender às sucessivas exigências dos diversos órgãos governamentais". 

Em nota, a Facesp e a ACSP solicitam a prorrogação do prazo, fixado para o próximo dia 30, além da simplificação das exigências. Para as entidades, a medida contribuirá para que as empresas possam cumprir com mais segurança suas obrigações. 

*Foto: Thinkstock






Publicidade





Publicidade







Publicidade