São Paulo, 29 de Setembro de 2016

No Brás, onde se concentra um dos maiores polos de atacado e varejo de roupas, os efeitos da crise são visíveis, com queda de 10% nas vendas até agosto e lojas às moscas

comentários

Em setembro, todos os segmentos (extrativa, transformação e construção) registraram índices de confiança medidos pela CNI superiores a 50 pontos -o que não ocorria desde março de 2014

comentários

E isso pode ser uma boa notícia, segundo a Fecomercio. É sinal de que oferta e demanda estão se equilibrando e os piores momentos estão ficando para trás

comentários

Os brinquedos lideram a intenção de compra, mencionados por 59% dos entrevistados, seguidos por roupas (27%), calçados (7%) e bicicletas (3%)

comentários

De acordo com estudo, a crise reforçou a busca por promoções, e há mais facilidades de encontrar preços baixos pela internet

comentários

Redução do volume de investimento não terá grande impacto nas metas operacionais. O plano também prevê a adoção de orçamento zero e novas medidas para redução de custos

comentários

As aquisições entre empresas brasileiras responderam pela maior parte das operações, com volume de R$ 29,8 bilhões, o equivalente a 52,4% do total, segundo a Anbima

comentários

O volume encolheu em mais de R$ 400 milhões na comparação anual, ficando em R$ 19 bilhões, de acordo com dados da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas

comentários

A avaliação é da Confederação Nacional do Comércio para o volume de vendas e contratação de temporários neste ano

comentários

Índice Fipe Buscapé mostra uma desaceleração da inflação no setor nos últimos meses, depois de pico de 11% no início de 2016

comentários

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11