São Paulo, 18 de Janeiro de 2017

Cada vez mais analistas apostam que a queda do juro no Brasil será mais lenta e que a recessão brasileira será ainda mais profunda em 2016 e a tão esperada recuperação de 2017, menos intensa.

comentários

"O comércio mundial, que já está bem fraco, pode continuar a diminuir, afetando todas as economias abertas dependentes de exportações", afirma Vitor Constâncio, vice-presidente do Banco Central Europeu

comentários

Instituições financeiras consultadas pelo Banco Central (BC) reduziram levemente as projeções para a inflação e pioraram as expectativas para a economia.

comentários

A eleição do empresário para presidente dos EUA deverá afetar juros, câmbio, fluxo de capitais e inflação no Brasil, de acordo com especialistas

comentários

O estoque dos débitos de pessoas físicas e jurídicas com a União cresceu 14% em dez meses. Há mais empresas do Simples endividadas

comentários

O ministro da Fazenda disse que o Brasil está preparado para enfrentar turbulências no cenário internacional resultantes da futura administração Trump

comentários

Reação efetiva é esperada em meados de 2017, em um cenário de queda dos juros mais intensa e de menor inflação

comentários

O preço médio passou de R$ 669,38, registrado no dia 3 de novembro, para R$ 669,10 nesta quinta-feira (10/11)

comentários

A perspectiva para os próximos meses é que o indicador continue cedendo, diante do atual quadro de ociosidade

comentários

Os dois últimos anos foram ruins e ainda não é possível ver uma recuperação, apontou a pesquisa realizada pela FIESP e pelo Depecon

comentários