Blog Acontece no Estado

/ Marília

Acim e Emdurb analisam mudanças na área comercial de Marília

Segundo o presidente da Associação Comercial e Industrial de Marília, reunião na Emdurb sobre o sistema viário da cidade foi proveitosa

Importante reunião entre o representante da Associação Comercial e Industrial de Marília (Acim), e da Empresa Municipal de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (Emdurb) de Marília discutiu alguns pontos que podem sofrer alterações quanto ao trabalho realizado nas áreas envolvendo alguns corredores comerciais da cidade. Temas como: calçadão, Zona Azul, sentido de direção de ruas, fiscalização entre outros assuntos foram debatidos entre o presidente da Acim, Libânio Victor Nunes de Oliveira e o presidente da Emdurb, Antônio Carlos Nasraui. “Foi um encontro muito proveitoso, pois, foi possível passar alguns assuntos abordados pelos comerciantes, bem como tomar conhecimento de algumas ações que a Emdurb promoverá”, disse o dirigente da associação comercial local.

No encontro realizado na sede da empresa municipal, foram apresentados alguns estudos referentes a Zona Azul que devem ser colocados em prática nos próximos dias, inclusive com alteração no valor das cartelas. De acordo com o representante da Emdurb a área da Zona Azul será ampliada, como forma de disciplinar o uso dos estacionamentos nas ruas. Na Rua 15 de Novembro a área aumentará entre a Avenida Rio branco e Rua Coronel Galdino, entre as Ruas Arco verde e José de Anchieta. Na Rua Sergipe entre a Avenida Brasil e a Avenida Nelson Spielmann; Na Rua Paraiba entre a Avenida Brasil e a Avenida Nelson Spielmann; Na Rua Pernambuco entre a Avenida Brasil e a Avenida Nelson Spielmann; Na Rua Pedro de Toledo entre a Rua 9 de julho e Rua Sergipe, e entre a Rua Sergipe até a Rua Paraíba. A Rua 24 de dezembro passará a ter Zona Azul entre a Rua Coronel Galdino e a Prudente de Moraes e na Avenida das Indústrias entre a Rua Rui Barbosa e a Rua Cincinato Braga. “Ainda os estudos estão sendo formalizado para que a ampliação da área de cobertura seja definida, pois, ainda é preciso definir como será a fiscalização”, disse o presidente da Acim ao tomar conhecimento sobre o assunto.

A criação do calçadão nas ruas 9 de Julho e Prudente de Moraes também foi tema da conversa que está em fase final de conclusão de estudos e viabilização por parte da Prefeitura. Para Libânio Victor Nunes de Oliveira esta obra é mais do que importante para que o centro comercial da cidade tenha mais segurança, conforto e atratividade para as lojas localizadas naquela região. “Inclusive conversamos sobre algumas questões relacionadas as zonas sul e norte que estão com um crescimento muito grande no comércio nestas regiões da cidade”, disse o presidente da Acim que é favorável ao calçadão em todos os sentidos. “Mas esse é um assunto entre a Prefeitura e os comerciantes em que a Acim colabora com a discussão do tema”, falou. “A decisão não é da Acim”, deixou claro.

O sentido de direção de algumas ruas, e até mesmo o formato do estacionamento de carros em outras, também foram debatidos entre os dirigentes que conversaram sobre estas questões que muito afetam os comerciantes. “O trabalho feito na Avenida Vicente Ferreira foi aprovada e agora será discutido a questão da Rua Castro Alves”, lembrou o dirigente da Acim ao concordar que estacionamento com ângulo de 45 graus na Rua 4 de Abril não é viável. “A rua é estreita e é preciso pensar na segurança, na passagem de viaturas do Corpo de Bombeiros e Ambulâncias”, comentou o dirigente da Acim ao colocar-se a disposição da Emdurb para qualquer debate sobre o assunto. “Não temos o poder da decisão e nem da execução, mas sim da articulação”, falou Libânio Victor Nunes de Oliveira.



O candidato Juliano foi entrevista na Acim, e falou para convidados, dirigente e internautas

comentários

Reunião entre representantes de entidades desenvolvimentistas define a forma das entrevistas

comentários

Toda a entidade, com funcionários e diretores, está engajada sobre a reflexão da importância da doação de órgãos

comentários