São Paulo, 23 de Junho de 2017

/ Vida e Estilo

As 30 empreendedoras mais ricas dos Estados Unidos, segundo a Forbes
Imprimir

Essas personalidades foram escolhidas por terem empreendido no mundo dos negócios ou dentro da própria carreira, mas com um diferencial – cresceram por mérito próprio

Self made, sejam homens ou mulheres, são aquelas pessoas que cresceram profissionalmente sem um empurrãozinho da família ou de algum padrinho poderoso. Trata-se daqueles que empreenderam no universo dos novos negócios ou na própria carreira e avançaram por méritos próprios.

A apresentadora Oprah Winfrey ou a COO do Facebook Sheryl Sandberg são exemplos das chamadas self made women e, além de trajetória de sucesso, elas têm algo em comum: são bilionárias. Seguindo sua tradição de listas dos ricaços de todo o mundo, a revista Forbes de junho listou as mulheres mais ricas dos Estados Unidos que cresceram profissionalmente – e financeiramente – sem precisar do suporte de ninguém. 

Veja, na galeria acima, quem são as 30 self made women mais ricas dos Estados Unidos.



Rubens Ometto Silveira Mello, controlador da Cosan, está entre os empresários brasileiros que, ausentes na edição do ano passado, aparecem no célebre ranking dos bilionários da revista americana

comentários

Nadine Gasman, representante da ONU Mulheres no Brasil, avalia a participação delas no empreendedorismo e no alto escalão das empresas no Diário do Comércio Entrevista

comentários

Entre 2006 e 2015, o número de milionários no Brasil, com fortunas acima de US$ 1 mi, passou de 105 mil para 180 mil. Entre 2015 e 2016, o país perdeu mais de 25 mil deles, de acordo com a consultoria Knight Frank Research

comentários