São Paulo, 30 de Setembro de 2016

/ Tecnologia

Muito além do Facebook | Como usar o Tumblr
Imprimir

Na última reportagem da série, conheça a rede social para as empresas que querem se comunicar com a Geração Y

Aos 11 anos, o americano David Karp aprendeu programação e começou a fazer sites para algumas empresas. Com 15, saiu da escola e começou a ter aulas em casa. Dois anos depois, ele se mudou para Tóquio e ajudou a criar o UrbanBaby, um site que dá conselhos para pais de primeira viagem. Aos 21 anos, ele trabalhava como desenvolver web para uma companhia de animação, quando fundou seu próprio negócio. 

Karp – assim como Mark Zuckerberg, Bill Gates e Steve Jobs – largou os estudos e fundou um negócio milionário: o Tumblr. Ele já tinha criado diversos blogs pessoais por meio de plataformas como o Word Press e o Type Pad, mas desejava ampliar essa experiência. Karp queria desenvolver uma ferramenta que pudesse dar uma identidade para os internautas. 

Nessa época, ele entrou em contato com o Tumblelogs – eram pequenos blogs que misturavam diversos conteúdos, como imagens, textos, vídeos e links.  Krap teve a ideia de fazer uma plataforma que pudesse facilitar essa forma de postagem

Em 2006, ele começou a desenvolver essaova ferramenta e, em 2007, o Tumblr foi lançado – o nome é uma referência esses pequenos blogs que já existiam. Em duas semanas, a plataforma já tinha 75 mil usuários. Os números foram se multiplicado e, em 2011, já eram 22 milhões de blogs registrados – 8% deles eram brasileiros. 

Em junho de 2013, a empresa foi vendida para o Yahoo pelo valor estipulado de US$ 1,1 bilhão, quantia superior a compra do Instagram pelo Facebook. Hoje, Karp, com 28 anos, é o CEO do Tumblr. A empresa acumula 228,4 milhões de blogs e mais 89 milhões de postagens por dia. 

DAVID KARP: FUNDOU O TUMBLR COM 21 ANOS

COMO FUNCIONA

O Tumblr é uma mistura de blog e rede social. Ele permite que os usuários postem qualquer formato de conteúdo, assim como a plataforma de publicação WordPress. Ao mesmo tempo, é uma forma rápida e interativa de compartilhar informações, como o twitter.

Ao se registrar, o usuário é obrigado a começar a seguir pelo menos outros cinco blogs da rede. Após isso, é só personalizar sua própria página usando as ferramentas do site ou comprar um layout pronto, que custa entre US$ 9 e US$ 49. 

Por fim, é só começar a postar imagens, frases, textos, vídeos, links ou GIFs (uma animação curta). A plataforma é extremamente simples porque ajusta rapidamente qualquer conteúdo aos blogs, sem que para isso seja necessário alterar o código fonte ou a programação.

As interações dos usuários são divididas entre: comentar, gostar (semelhante ao curtir do Facebook), compartilhar em outras redes sociais, reblogar (ou seja, colocar no seu próprio blog) ou seguir o usuário. Os blogs preferidos ficam numa espécie de painel, chamado Dashbord. É possível também procurar conteúdos dos outros usuários por meio de palavras chaves, como fotografia, comida, moda ou arte. 
  
TUMBLR NAS EMPRESAS

Diferente das outras redes sociais, o Tumblr é uma das plataformas menos utilizadas para promover marcas. “O tumblr ainda é um lugar meio obscuro para as empresas porque há conteúdos muito diferentes num mesmo lugar”, afirma Rafael Arrigoni, diretor da Airstrip, consultoria que faz pesquisa de dados nas redes sociais. 

Isso não significa que não há espaço para as empresas dentro da rede. Pelo contrário, há mais de 300 milhões de usuários que ainda não estão sendo alcançados. Ou seja, a chance de se destacar é mais fácil. Além disso, há ferramentas que podem ajudar a impulsionar suas publicações, como os links patrocinados. Para as empresas nacionais, a boa notícia é que depois dos americanos, os brasileiros são os usuários mais ativos no Tumblr.

Contudo, antes de entrar e começar a postar, é preciso entender essa rede: ela foi criada por um jovem e é destinada a esse público. De acordo com uma pesquisa realizada pela Survata, empresas de estudos online, o Tumblr supera o Facebook na preferência dos jovens entre 13 e 25 anos. 

Para ter sucesso nessa rede, portanto, é preciso falar com essa geração conhecida como Millenium ou Geração Y (nascidos entre 1980 e 1995). Esses jovens cresceram na era digital e têm interação online o tempo todo. É preciso entender quais são dinâmicas, a linguagem e as interações desse público. 

The Coca-Cola Mini: the cuter side of refreshment.

EXEMPLO DE GIF: A COCA-COLA OBSERVA O COMPORTAMENTO DOS USUÁRIOS E TRANSFORMA EM PUBLICAÇÃO

ESTUDO DE CASO: COCA-COLA

Uma das empresas que decidiram se aventurar nesse terreno ainda desconhecido foi a Coca-Cola. A gigante americana sabe como usar as imagens relacionadas a seus produtos para fortalecer a marca com o público jovem.  Apesar de o Tumblr ter espaço para outros formatos de conteúdo, o que prevalece são fotos, vídeos e GIFs. E a Coca-cola soube usar muito bem isso em sua página. 

A marca também se apropria das linguagens utilizadas pelo público jovem. Uma das coisas comuns nessa rede é uso de “memes” – que são imagens ou vídeos que são virais na internet. A Coca-Cola conseguem pegar esses conteúdos e adaptá-los para a marca. Por ser uma empresa centenária, ela também utiliza imagens de anúncios antigos e mistura com toque modernos e comentários irônicos. 

Os usuários do Tumblr interagem mais com conteúdos que são bonito ou engraçado, assim associar um produto com imagens desse tipo  atraem mais olhares para a marca. Um exemplo é a obsessão das fotos de gatos nas redes sociais. O Tumblr da Coca-Cola percebeu essa tendência e várias vezes inclui GIFs de gatinhos que interagem com os seus produtos.

É importante salientar que a Coca-Cola é uma marca forte e que faz muitos posts sobre seus próprios produtos. No entanto, isso não é indicado para todas as empresas. O ideal é mesclar conteúdos sobre a empresa com outros de interesse geral. 

COMO USAR

Diversão: Os usuários do Tumblr são atraídos por conteúdos engraçados. É importante ter senso de humor, mas cuidado para não forçar a barra. 

Linguagem: Conheça as várias linguagens utilizadas pelos adolescentes. Não apenas as gírias, mas as palavras relacionadas a novos aplicativos, publicações e a internet.  

Referências: É importante entender quais são as séries, filmes, cantores e artistas que influenciam seu público. Utilize letras de músicas ou cenas curtas como referências para suas publicações. 

GIFs: O Tumblr é a rede em que essas pequenas animações fazem mais sucesso. Existem várias ferramentas, como Instagiffer e o Picasion, que ajudam a criar GIFs de forma rápida. 

Interação: Assim como nas demais redes sociais, é preciso interagir com os usuários. Use a ferramenta reblogar sempre que achar um conteúdo pertinente. Inspire-se nos outros usuários para fazer seu próprio conteúdo.  

Para entender um pouco mais sobre a geração Y, assista ao vídeo: 

 



Como três grandes e-commerces estão utilizando Facebook, Instagram e WhatsApp para concretizar as vendas online

comentários

Eles podem ajudar com dicas sobre como começar ou expandir o seu negócio

comentários

Luciana (à esq.) e Paula (à dir.), viram os pedidos da Dona do Doce se multiplicarem da noite para o dia. Só elas desconheciam que a apresentadora Ana Hickman havia postado a guloseima no Instagram

comentários