São Paulo, 27 de Junho de 2017

/ Negócios

Loja de bijuterias no centro de São Paulo anuncia falência
Imprimir

Em um dos locais de maior movimento do comércio, o shopping Porto Geral, O Rei dos Anéis sofreu uma queda de 60% nas vendas desde o início do ano

É fácil observar, em um passeio a pé pelas ruas paulistanas, que cresce dia a dia o número de pontos comerciais que cerraram as portas, até mesmo em regiões onde circulam consumidores com maior poder aquisitivo.

Locais normalmente abarrotados de gente, como a região da Rua 25 de Março, no centro da cidade, surpreendem atualmente pela redução do movimento de pedestres.

LEIA MAIS: Nem a Oscar Freire escapa da crise

Um lojista decidiu expor sua situação com uma placa na vitrine.  Quem circulou na última sexta-feira (20/06) no shopping Porto Geral, localizado na ladeira homônima, pôde ver uma inusitada placa na vitrine de uma loja de bijuterias: “Falindo”.

William Ki, gerente da O Rei dos Anéis, a loja que exibe a placa, diz que o dono da loja decidiu contar a verdade para os clientes.  “Suas  vendas caíram 60% neste ano, na comparação com o ano passado”, afirma Ki.

LEIA TAMBÉM: Falta crédito para micro e pequenos empreendedores, diz Afif

O contrato de locação da loja vence no dia 15 de julho. “Neste dia vamos fechar as portas”.

O Rei dos Anéis chegou a ter oito empregados. O time foi cortado pela metade. “Estamos tentando negociar o estoque com outras lojas, mas está difícil, pois, neste setor de bijuterias, está todo mundo falindo”.



Depende. Em primeiro lugar, o comerciante deve conhecer e calcular todos os custos envolvidos nas vendas realizadas em cada meio de pagamento

comentários

Com a queda neste mês, o Índice de Confiança do Comércio medido pela FGV, retornou ao nível de março

comentários

Este ano será marcado pela tentativa das cervejarias, mais do que nunca, "roubar" mercado das rivais

comentários