São Paulo, 28 de Setembro de 2016

/ Negócios

Jovens empreendedores apresentam suas startups
Imprimir

As ideias de negócios dos participantes da Campus Party, encerrada neste domingo (8/2) em São Paulo

A oitava edição da Campus Party chegou ao fim ontem (8). O evento, que durou quatro dias, teve mais de 700 horas de atividades e reuniu mais de 15 mil visitantes – além dos 8 mil campuseiros, que ficaram acampados no evento. 

No entanto, a Campus Party foi apenas o começo para os jovens que participaram da Startup & Makers Camp, uma área do evento que reuniu 100 estandes de startups early stage – empresas de base tecnológica recém-criadas com potencial de rápido crescimento, mas que ainda não geram faturamento expressivo e não tiveram seu modelo de negócio validado pelo mercado. 

A exposição era uma oportunidade dos jovens poderem fazer networking, encontrar parceiros e, até mesmo, investidores dispostos a financiarem suas ideias criativas. 

Selecionamos algumas dessas startups. Confira: 

FUNDADORES DA BOOK CASTING: CATÁLOGO ONLINE DE MODELOS E ATORES 

Book Casting  São Luis, Maranhão 
www.bookcasting.com.br 
Fundadores: Daniel Martins (33), Hélio Oliveira (25), Gleno Rodrigues (19) e Ery Furtado (25).


A startup desenvolveu um catálogo online de modelos, atores e outros profissionais de entretenimento e eventos para facilitar o contato com agências que precisam contratar pessoal. 

O site lembra uma rede social. Os profissionais criam um perfil com fotos, habilidades, descrição das características físicas e sua disponibilidade para trabalhar (dias da semana e horários). Do outro lado, as agências buscam os profissionais e entram em contato diretamente com aqueles que as interessam. 

O faturamento da empresa virá de uma taxa paga pelos profissionais, que vai variar de acordo com a quantidade de trabalho que conseguirem via o Book Casting. Atualmente, o site tem 130 profissionais cadastrados. 

Brabov – São Leopoldo, Rio Grande do Sul
www.brabov.com.br
Fundadores: Alvaro Raminelli (26), Matheus Zeuch (29) e Rodrigo Almeida (28)

Com foco em aumentar a produtividade na pecuária, a Brabov desenvolveu um aplicativo para tablet e smartphone que ajuda a gerenciar a produção de gado numa fazenda. 

O sistema online armazena vários dados sobre os animais, como peso, tipo de alimentação e períodos de vacinação e inseminação. O aplicativo gera relatórios sobre o desempenho de cada animal e cruza dados para orientar o produtor rural a aumentar a eficiência no campo, como qual marca de ração engordou mais o rebanho. 

Atualmente, cerca de 100 produtores rurais do Brasil, Argentina, Equador e Uruguai estão cadastrados no sistema – 20 já estão usando efetivamente o aplicativo. 

A empresa gera receita ao cobrar dos produtores uma taxa anual de R$ 1,50 por cabeça de gado. A taxa só é cobrada de produtores com mais de 100 animais cadastradas. 

Deskovery – Rio de Janeiro, Rio de Janeiro
www.deskovery.net 
Fundador: Cadu de Castro Aves (30) 

A Deskovery é um site para reservas de espaços de coworking. O sistema da plataforma é bem simples. O site reúne o cadastro de diversos espaços de coworking. Os interessados em algum dos espaços visitam a página do coworking e podem consultar valores, localização e disponibilidade das salas.

A Deskovery cobra uma taxa de 10% sobre o valor pago pelo cliente para reservar a sala. O público alvo da empresa é profissinais autônomos e empreendedores que precisam de um lugar para trabalhar durante viagens – ou aqueles que ainda não têm seu próprio escritório.

Até o momento, o site reúne cerca de 40 espaços de coworking em 13 cidades – entre elas, São Paulo, Rio de Janeiro, Campinas e Aracaju. Mais de 50 clientes já usaram o serviço da Descovery. 

JEFERSON SIMÕES, FUNDADOR DA PROTOPTIMUS: MÁQUINA DE USINAGEM DE PEQUENO PORTE 

Protoptimus – São José dos Campos, São Paulo 
www.protoptimus.com.br
Fundador: Jeferson Simões (28)

A Protoptimus é uma fabricante de máquinas de usinagem computadorizada de pequeno porte. Essas máquinas, também conhecidas como CNC, são comuns em indústrias metalúrgicas. No entanto, a versão da Protoptimus é destinada a microempreendedores que desejam fabricar produtos de plástico, metal e madeira para vender no varejo.

As máquinas podem fazer diversos utensílios, como chaveiros, brinquedos e artesanatos. Para Simões, o produto da empresa tem uma proposta parecida com a das impressoras 3D, que tornou a fabricação industrial mais simples a acessível. 

A empresa vende as máquinas por encomenda pela internet a R$ 6 mil. Atualmente, a Protoptimus participa da Incubadora Tecnológica Univap-Revap, ligada à Petrobras.

 



Conheça a expressão criada para designar eventos de curta duração em que empreendedores solucionam desafios tecnológicos de grandes empresas

comentários

O SP Conecta pretende unir startups de base tecnológica e grandes empresas, como Braskem, Embraer, GE Healthcare e Hospital Albert Einstein

comentários

Usado por startups, conjunto de técnicas digitais e criativas ajudam empresas a conquistarem grande número de usuários em pouco tempo

comentários