São Paulo, 04 de Dezembro de 2016

/ Negócios

Apple vale mais que todas as empresas de capital aberto no Brasil
Imprimir

A capitalização em bolsa da companhia cofundada por Steve Jobs correspondia a US$ 727,3 bilhões na quarta-feira, 11 de fevereiro

 A Apple, fabricante do iPhone e uma das maiores empresas do mundo, está acostumada a quebrar recordes. Esta semana, por exemplo, o valor de mercado da companhia superou a marca de US$ 700 bilhões, feito inédito na história da economia norte-americana. 

Agora, a Economatica traz outra informação surpreendente sobre a empresa cofundada por Steve Jobs. Na quarta-feira, 11 de fevereiro, a capitalização em bolsa da Apple equivalia a US$ 727,3 bilhões, o que seria suficiente para comprar todas as empresas de capital aberto do Brasil, que no mesmo dia somaram, juntas, US$ 723,5 bilhões.

O histórico da Apple é invejável. Ao fim de 2002, a companhia, que abriu seu capital em 1980, valia US$ 5,1 bilhões, enquanto as empresas listadas na Bovespa somavam US$ 102,9 bilhões, sendo US$ 15,4 bilhões só da Petrobras.

Porém, passada a crise internacional de 2008, a criadora do iPhone começou uma forte trajetória de alta e já no início de 2010 a empresa de tecnologia superou a estatal petrolífera brasileira definitivamente. Vale ressaltar, no entanto, que a comparação é feita em dólares, ou seja, com a recente alta da moeda norte-americana as empresas brasileiras perdem valor quando é feita a conversão cambial, com base nas cotações de mercado.

O valor de mercado da Apple representa quase o dobro do das três maiores empresas que a seguem no índice S&P 500. A ExxonMobil está em segundo lugar, com cerca de US$ 385 bilhões, seguida pela Berkshire Hathaway (US$ 370 bilhões) e pela Microsoft (US$ 349 bilhões), segundo a FactSet.

 

TIM COOK, O SUCESSOR DE STEVE JOBS NO COMANDO DA APPLE

 

A Apple superou pela primeira vez a ExxonMobil em valor em agosto de 2011 e tem se mantido à frente da petrolífera desde agosto de 2013.

Em discurso durante conferência de tecnologia, em São Francisco, o executivo-chefe da Apple, Tim Cook, citou o sucesso da Apple na China, onde as vendas da empresa tiveram alta anual de 70% no trimestre encerrado em dezembro. Em 2014, as vendas da Apple no gigante asiático totalizaram US$ 38 bilhões, ante US$ 1 bilhão cinco anos antes.



Nos Estados Unidos, investidores saíram do mercado de bônus e foram para as bolsas, em busca de setores que devem ser beneficiados pelo governo, como o financeiro, petróleo e saúde

comentários

As versões 7 e 7 Plus do smartphone chegaram às lojas brasileiras R$ 500 mais baratos do que o modelo anterior

comentários

Em um dia de turbulência nos mercados internacionais, a moeda norte-americana foi vendida a R$ 3,317, com alta de 2,09%

comentários