São Paulo, 26 de Setembro de 2016

/ Negócios

Acompanhe para onde vai o dinheiro do consumidor neste Natal
Imprimir

A maioria vai poupar, comprar presente e quitar dívidas com a segunda parcela do décimo-terceiro salário. Mas subiu o percentual de pessoas que usarão o dinheiro para viajar e reformar a casa. Os indecisos são oportunidades para o marketing do varejo.

Até o próximo dia 20 os consumidores recebem a segunda parcela do décimo-terceiro salário, e pelo menos a maioria deles já fez planos. Boa parte pretende poupar o dinheiro extra, comprar presentes e quitar dívidas. Mas esses três objetivos eram mais representativos para os consumidores em 2013. A intenção que mais caiu foi a de comprar presentes, em nove pontos percentuais. Desta vez, muitos querem viajar e reformar a casa. É o que mostra pesquisa da Associação Comercial de São Paulo e Instituto Ipsos com mil consumidores de 70 cidades e nove regiões metropolitanas, realizada de 14 a 30 de novembro. 

Uma boa notícia para o varejo é que um bom contingente deles, ou 16,7%, ainda não sabe o que fazer com o dinheiro. “São pessoas que ainda podem ir às compras. Isso dá espaço para a área de marketing do varejo estimular o consumidor por meio de campanhas e ofertas, e seduzi-los com novidades tecnológicas. Eles são os consumidores de última hora”, diz Emílio Alfieri, economista da ACSP. 

 

 



Ritmo de crescimento é inferior aos 17% de 2015, segundo o Índice Cielo. Mesmo assim, desempenho é superior à média do varejo total no período, que foi de 4%

comentários

Em tempos de recessão, o varejo precisa adotar estratégias para não sacrificar o valor dos produtos que comercializa

comentários

E isso pode ser uma boa notícia, segundo a Fecomercio. É sinal de que oferta e demanda estão se equilibrando e os piores momentos estão ficando para trás

comentários