São Paulo, 26 de Setembro de 2016

/ Leis e Tributos

Impostômetro chega a R$ 500 bilhões com 9 dias de antecedência
Imprimir

No ano passado, o valor foi alcançado somente no dia 15 de abril

Por volta das 19h30 desta segunda-feira (6/4), o Impostômetro chegará aos R$ 500 bilhões arrecadados neste ano com impostos, taxas e contribuições.

Em 2015, esse valor será atingido com alguma antecedência em relação ao ano passado. Em 2014 o valor foi alcançado no dia 15 de abril, 9 dias depois.

LEIA MAIS: Velhos e novos problemas

Para Alencar Burti, presidente da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo), esse número já é resultado da revisão das desonerações. “Essa informação nos mostra que a arrecadação continua crescendo, apesar do baixo nível de atividade econômica”, afirma. 

Localizado na Rua Boa Vista, no centro de São Paulo, o Impostômetro implantado pela ACSP em 2005 já virou ponto de referência na cidade. Pelo portal do Impostômetro, é possível fazer simulações sobre o que seria possível fazer com os valores arrecadados.

 

FOTO: Bárbara Ladeia/DC



Em 2015, esse mesmo montante foi arrecadado cinco dias antes. Esse atraso representa que a arrecadação nominal de tributos continua em queda

comentários

Desde o final do ano passado, 12 Estados elevaram a alíquota desse imposto. A carga tributária representa, em média, 34% do preço dos medicamentos

comentários

Essa foi a previsão do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, ao apresentar o Projeto de Lei Orçamentária Anual. O salário mínimo previsto para o ano que vem é de R$ 945,80

comentários