São Paulo, 02 de Dezembro de 2016

/ Leis e Tributos

Impostômetro atinge R$ 400 bilhões
Imprimir

A quantia, registrada no início da tarde desta segunda, foi atingida oito dias mais cedo que em 2014, o que demonstra aumento da arrecadação

O Impostômetro da ACSP (Associação Comercial de São Paulo) ultrapassou a marca dos R$ 400 bilhões hoje, às 13h45 desta segunda-feira (16/3).

 “No ano passado o valor de R$ 400 bilhões do Impostômetro foi registrado apenas no dia 24 de março, mostrando que houve aumento da arrecadação. E esse aumento é resultado da elevação de preços e do fim de isenções fiscais”, afirma Rogério Amato, presidente da ACSP e da Facesp (Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo).

O painel do Impostômetro, que fica na Rua Boa Vista, no Centro da capital paulista, registra o valor total em impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros para a União, os estados e os municípios.

Implantado em 2005 pela ACSP, o Impostômetro tem o objetivo de conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade.

Pelo Portal do Impostômetro é possível descobrir o que dá para fazer com o dinheiro ou quanto foi arrecadado num período ou numa cidade, por exemplo. 

FOTO: Bárbara Ladeia/DC



Esse é o valor relativo a impostos, taxas e contribuições que saiu do bolso dos consumidores, desde o início do ano, e foi para os caixas dos governos

comentários

Em 2015, esse mesmo valor foi registrado também em 11 de novembro

comentários

O ritmo da arrecadação diminuiu porque a economia está fraca, mas o impacto dos impostos no bolso do consumidor ainda é grande

comentários