Impostômetro alcança a marca de R$ 700 bilhões na segunda-feira


Com nove dias de antecedência em relação a 2016, o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) atinge nesta segunda-feira (24/4), às 8 horas, a marca de R$ 700 bilhões


  Por Redação DC 23 de Abril de 2017 às 20:15

  | Da equipe de jornalistas do Diário do Comércio


Acelerando em relação a 2016, o Impostômetro da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) chega a R$ 700 bilhões, representando o total de impostos, taxas e contribuições pagas pelos brasileiros desde o início do ano. No ano passado, essa mesma quantia foi arrecadada em 3 de maio, nove dias depois. 

“O crescimento da arrecadação de um ano para outro decorre da retomada de atividade de alguns setores da economia brasileira, embora ainda em patamar baixo”, disse Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).
 
“A expectativa é de que uma recuperação mais consistente produza efeito positivo na arrecadação, o que mostra, assim, que não há necessidade de elevação de tributos”, completa o dirigente. “Pelo contrário: qualquer aumento pode prejudicar a atividade econômica e, consequentemente, a própria arrecadação.” 

No portal é possível visualizar os valores arrecadados em todos os estados e municípios, e também por período e categoria (produção, circulação, renda, propriedade). 

O painel foi implantado em 2005 pela ACSP para conscientizar o cidadão sobre a alta carga tributária e incentivá-lo a cobrar os governos por serviços públicos de qualidade. Está localizado na sede da ACSP, na Rua Boa Vista, centro da capital paulista.

Imagem: Divulgação