São Paulo, 25 de Setembro de 2016

/ Inovação

O caminho para inovar, segundo Bel Pesce
Imprimir

A fundadora da escola de empreendedorismo Faz Inova reuniu mais de 700 pessoas durante palestra no segundo dia da Feira do Empreendedor

Apontada como um dos “10 líderes brasileiros mais admirados pelos jovens” em uma pesquisa conduzida pela consultoria de recursos humanos Cia de Talentos e autora de três livros sobre empreendedorismo, Bel Besce, a moça da foto acima, conversou com os participantes da Feira do Empreendedor sobre métodos para gerar inovação nas empresas.

Para ela, o empreendedor não deve se prender em buscar apenas inovações disruptivas, aquelas que de tão revolucionárias mudam a trajetória de um mercado, como a invenção da máquina fotográfica digital. “O momento Eureka não acontece de um dia para outro”, disse Bel. “A inovação se dá atráves da observação e após muitas tentativas, com erros e acertos.” Veja algumas dicas de Bel Pesce e seus exemplos de empresas inovadoras:

 

MAIS DE 700 PESSOAS COMPARECERAM À PALESTRA

BUSCAR IDENTIFICAR O QUE O PÚBLICO PRECISA

Um dos primeiros passos para chegar à inovação é se colocar no lugar das pessoas que serão influenciadas pela empresa. Conhecer os desejos e a maneira como o público quer lidar com  produtos e serviços. “É preciso usar a empatia”, disse ela. Bel citou o método de criação da consultoria de inovação americana Ideo, uma das mais respeitadas quando o assunto é design thinking e que já desenvolveu produtos para Apple e Microsoft.

Em vez de buscar respostas fechadas para as inquetações das empresas que querem inovar, a Ideo identifica as carências do público e busca soluções usadas em outras áreas. Ao ser contratada para tornar os processo de um centro cirúrgico mais ágil, os consultores da Ideo encontraram a solução ao estudar o sistema de pit stop da Fórmula 1: mecânicos analisam qual manutenção o carro precisa antes dele estacionar e preparam kits específicos para cada procedimento, como abastecimento de combustível, troca de pneus ou substituição de peças.

“O mesmo modelo foi usado no centro cirúrgico ao buscar entender as necessidades dos médicos e dos pacientes”, disse Bel. Foram montados kits de utensílios médicos para cada tipo de intervenção cirúrgica e quadro clínico do paciente. “Foi uma grande inovação.”

CRIAR MÉTRICAS PARA MENSURAR O POTENCIAL DO PRODUTO 

Para Bel, as métricas ajudam o empreendedor a manter o produto no foco que é relevante para a empresa. Ela citou o caso do Google Glass, um óculos com tecnologia de realidade aumentada capaz de fotografar e acessar a internet e GPS por meio de comandos de voz.

O produto desenvolvido pela Google foi muito bem recebido pela mídia e entusiasta da tecnologia. Conquistou tanta fama que até foi usado num desfile na semana de moda de Nova York. Porém, recentemente, o Google anunciou que vai retirar o produto do mercado e recomeçar o projeto do zero.

Motivo: o Google Glass foi considerado ruim por especialistas consultados pela empresa. Baixa capacidade de bateria, erros em funcionalidades e problemas jurídicos em relação a invasão de privacidade que o produto poderia causar foram os principais problemas. “O Google Glass ganhou grandes proporções, mas de acordo com as métricas escolhidas pelo Google, não era interessante proseguir com o produto no momento.”

TESTAR E REFAZER ATÉ CHEGAR AO PRODUTO IDEAL

Nesse momento, um dos princípios da inovação se torna ainda mais claro: para criar é preciso arriscar –o que embute muitas tentativas, com acertos e, na maioria dos casos, erros. “O empreendedor não pode ter medo de errar ou se frustrar quando alguma coisa não sair do jeito que ele queria”, disse Bel.

Em outro exemplo, ela citou o caso da finlandesa Rovio, criadora do jogo “Angry Birds”, que desenvolveu mais de 300 aplicativos antes que o jogo dos passarinhos deslanchasse. Muitos deles nem chegaram a ir ao mercado devido às inadequações de produto. Em 2012, ano que Angry Birds alcançou bastante popularidade mundo afora, a Rovio obteve um lucro líquido de 55 milhões de euros.

 

25 MIL PESSOAS FREQUENTARAM NESTE DOMINGO (8) A FEIRA DO EMPREENDEDOR

 

 



No grupo alimentação, os preços subiram com menos força. Também caiu o ritmo de correção de despesas pessoais e saúde

comentários

A boa notícia é que, no setor de serviços, houve aumento do nível ocupacional, com geração de 34 mil postos de trabalho ou 0,6%

comentários

Pirituba (foto) lidera a lista do levantamento como o bairro com maior risco de violação de casas, apartamentos e estabelecimentos comerciais. Pinheiros está entre os mais seguros

comentários