São Paulo, 24 de Julho de 2017

/ Inovação

Dos bolos até as startups: a trajetória de Talita Lombardi
Imprimir

Ela começou ajudando sua avó em uma loja de doces e hoje orienta jovens empreendedores.

Empreender faz parte do DNA de paraibana Talita Lombardi. Desde os 14 anos, ela ajudava sua avó Teresinha, proprietária da Lombardi Doces, a vender e a produzir quitutes. 

O negócio, localizado na cidade de João Pessoa, foi fundado em 1960 e começou com a encomenda de bolos decorados para casamentos e aniversários. Com o passar dos anos, a pequena loja cresceu e Dona Teresinha, como é conhecida pelo cliente e amigos, se tornou uma das doceiras mais conhecida do município. 

“A história da avó foi uma inspiração para mim”, afirma Talita. Ela decidiu trabalhar com vendas, assim como a matriarca da família. Em 2002, começou sua trajetória profissional nas concessionárias da Volkswagen. Formada em administração e em marketing, ela foi subindo na carreira: de analista até gerente. Apesar da carreira bem sucedida na empresa, ela decidiu que queria mudar de área e foi para Chicago estudar inglês. 

Em 2011, de volta ao Brasil, Talita foi trabalhar no Peixe Urbano – um dos primeiros sites de compra coletiva.  Nesse período, ela ouviu pela primeira vez, a palavra startup e começou a se interessar cada vez mais por tecnologia e inovação. 

Desde então, a administradora se tornou mentora de jovens empresários em começo de carreira. Ela ajudou no crescimento de diversas startups, como a BazzApp, marketplace que reúne pequenos e médios comerciantes dentro do Facebook; a Grubster, aplicativo para reservas de mesa em restaurantes; e a Agente Imóvel, site que aluga imóveis por temporada. 

TALITA LOMBARDI DURANTE O EVENTO DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL

Hoje, Talita têm dois blogs: o Menina Executiva e o Startup Stars. Nesses sites, ela escreve sobre o empreendedorismo, compartilha suas experiências e ajuda quem está pensando em montar um primeiro negócio. Além disso, ela é autora do e-book  Sales Thinking  e realiza palestras pelo Brasil. 

Em evento do Fórum de Jovens Empreendedores da Associação Comercial de São Paulo, Talita falou sobre a importância da comunicação para as startups e como elas podem se destacar usando a internet. A palestra fez parte da Semana do Jovem Empreendedor no Município de São Paulo. Confira os principais pontos que ela ressaltou durante a apresentação:
 
1)    Redes sociais e blogs – As startups que conseguem se destacar nas mídias sociais levam vantagem. “Alguns jovens empreendedores ficam muito preocupados em conquistar investidores, mas eles devem se lembrar que tem que ser conquistado é o cliente”, afirma Talita.  Uma das melhores formas de chamar a atenção dos consumidores é por meio de conteúdos criativos na internet. 

2)    Newsletter segmentada – É preciso conhecer e estudar quem é o público que vai receber seu conteúdo. “As newsletters podem ser uma forma de atrair mais clientes”, afirma Talita. “No entanto, esses e-mails podem ser considerados lixo eletrônico quando não são disparados para as pessoas que tem real interesse no tema abordado”, diz Talita. 
 
3)    Google Adwords – “Os brasileiros são internautas incomuns porque eles procuram tudo no Google”, diz Talita. “É essencial estar bem posicionado nas pesquisas do buscador”. Para isso, é importante conhecer como funciona a compra de palavras do Google. No início dos aplicativos de táxis, por exemplo, as empresas que se posicionaram melhor no Google, como a 99Taxis, foram as que conseguiram conquistar o mercado. 

4)    Parcerias – Unir grandes empresas e startups pode ser um bom negócio e também ajuda a tornar uma nova empresa mais conhecida. “Um dos exemplos de parcerias bem sucedidas foi entre Easy Táxi e a rede de hotéis Ibis”, afirma Talita.  Durante alguns meses, os usuários do aplicativo tinham desconto na hospedagem. Isso ajudou a startup se tornar mais popular. 


5)    Mídia – “Contratar os serviços de uma assessoria de imprensa pode ajudar a comunicação com os jornalistas, contudo uma startup precisa estar bem estruturada antes de dar esse passo”, afirma Talita. A blogueira acredita que uma nova empresa precisa estar com um plano de negócios bem organizado e conhecer bem seus consumidores antes de começar a dar as entrevistas. 

MOSAICO DE PESSOAS COM O SÍMBOLO DO PEIXE URBANO

6)    Integrar on e offline – Uma boa peça de comunicação não precisa ser feita exclusivamente para o mundo online. “As campanhas do Peixe Urbano durante o festival de Salvador são um bom exemplo”, diz Talita. A startup deu desconto para quem ajudassem formar um mosaico humano com o símbolo da empresa. A ação offline teve grande repercussão na internet porque a foto foi amplamente compartilhada nas redes sociais. 

 



Cozinheira e jurada do Masterchef, ela conta como superou obstáculos: as sociedades que fracassaram e uma dívida superior a R$ 2 milhões

comentários

Entenda como uma pequena empresa do interior do Rio Grande de Norte se tornou uma das líderes no segmento de café, com faturamento de 3,6 bi em 2016

comentários

Com orientação, casais empreendedores podem ter sucesso também nos negócios

comentários