Gestão

Dafiti suspende venda de camiseta com frase machista


Modelo da marca Eiblu gerou repercussão negativa para o e-commerce nas redes sociais ao usar frases do tipo 'mulher burra' e 'subir para cima' como exemplos de redundância


  Por Estadão Conteúdo 28 de Novembro de 2016 às 18:49

  | Agência de notícias do Grupo Estado


Uma camiseta à venda no e-commerce Dafiti causou polêmica na internet nesta segunda-feira (28/11).

O modelo da marca Eiblu, que fala em pleonasmo - figura de linguagem que define a redundância -, coloca “mulher burra” junto com frases como “subir para cima” e “hemorragia de sangue”.

Vendido por R$ 49,90, o produto causou repercussão negativa nas redes sociais, principalmente em grupos feministas no Facebook, e a peça foi tirada do ar.

Em comunicado à imprensa, a Dafiti se desculpou, lamentou o ocorrido e esclareceu que "não compartilha a mensagem expressa no produto em questão e repudia qualquer tipo de manifestação de preconceito e discriminação".

O produto, segundo a empresa, foi disponibilizado para venda há dois dias por um de seus parceiros de marketplace.

LEIA MAIS:Consumidora encontra embalagem no prato do Montana Express

A Eiblu havia sido registrada há cerca de 10 dias e não poderá voltar ao site por ter infringido uma cláusula contratual com esse tipo de produto.

"Tão logo tomamos conhecimento, descredenciamos a marca e seus produtos, que não tiveram nenhuma unidade vendida", diz a Dafiti.

Foto: Reprodução da internet