Gestão

Como conquistar a confiança de um cliente


Seminário no auditório da ACSP vai debater estratégias de relacionamento com consumidores e mostrar como as empresas podem aperfeiçoar seus serviços de inteligência artificial


  Por Mariana Missiaggia 11 de Novembro de 2016 às 09:00

  | Repórter mserrain@dcomercio.com.br


Vale tudo para conquistar um cliente? Marco Antonio Rossi, sócio diretor da Mega Brasil Comunicação, acredita que sim. Mas ao contrário do que a maioria imagina, ele garante que não é preciso tanto para chegar lá.

Apesar de toda a adversidade que a recessão causa ao consumo, esse período pode ser valioso para repensar o sistema de relacionamento com clientes dentro de uma empresa.

Isso porque, em tempos bicudos, o consumidor fica mais aberto a novas experiências e produtos, em busca da melhor relação custo e benefício.

Se ele for apresentado a alguma nova marca ou serviço, que além de corresponder às expectativas de preço e qualidade, resolva qualquer conflito com facilidade e diálogo, a fidelização é certeira.

Para Rossi, a exigência de um excelente atendimento tem sido primordial na escolha de compra do consumidor. "Todo ano, novas tendências de tecnologia em atendimento são lançadas. As empresas que utilizarem de forma inteligente, conseguirão facilitar suas operações".

A humanização no atendimento ao cliente, por exemplo, é uma tendência. Muitas empresas apostam no diálogo robotizado como o melhor caminho para ouvir o consumidor.

Caso o formato resista e evolua é provável que os tradicionais call centers - central de atendimento que tem como objetivo fazer a interface entre o cliente e a empresa - sejam substituídos por máquinas preparadas para interagir com o consumidor com uma linguagem muito próxima a do ser humano.

"Precisamos falar mais sobre a humanização no atendimento e inteligência artificial nos relacionamentos entre consumidores e empresas", diz.

Rossi afirma que embora o consumidor já esteja acostumado com o atendimento automatizado e humanizado, as empresas brasileiras ainda precisam aprender a trabalhar melhor o modelo.

Para discutir o tema, o SERECC (Seminário de estratégias de relacionamento com cliente consumidor),  irá reunir empresas que prestam esse tipo de serviço, e executivos do Mercado Livre, como Rodrigo Tavares, Bruno Rossini, gerente de comunicação do Facebook e Sandoval Martins, CEO do Buscapé Company.

O evento que acontecerá na próxima quarta-feira (24/11) na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), na rua Boa Vista, 51, em São Paulo, oferece descontos especiais para associados da entidade.

*FOTO: Thinkstock