São Paulo, 25 de Julho de 2017

/ Finanças

Inadimplência do consumidor cresceu 3,3% no primeiro bimestre
Imprimir

Índice de atrasos caiu 6,6% em fevereiro na comparação com janeiro, segundo a Boa Vista SCPC

A inadimplência do consumidor caiu 6,6% em fevereiro na comparação com janeiro, de acordo com a Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). 

Entre março de 2014 e fevereiro de 2015, ante os 12 meses antecedentes, o total de calotes cresceu 2,8%, mesmo percentual registrado em janeiro de 2015. 

Na comparação de fevereiro de 2015 com fevereiro de 2014, o indicador apresentou elevação de 1,7%. No valor acumulado no primeiro bimestre de 2015, a inadimplência aumentou 3,3% frente ao mesmo período de 2014. O valor médio das dívidas incluídas em fevereiro foi de R$ 1.287,30.

Segundo a Boa Vista SCPC, a tendência de longo prazo do indicador se assemelha à inadimplência oficial, divulgada pelo Banco Central (referente à categoria de recursos livres destinados ao consumidor), estável, sem grandes perspectivas de crescimento. 

A expectativa da Boa Vista SCPC é de que "ao final de 2015 a inadimplência dos consumidores mantenha esta tendência, obtendo ligeiro crescimento, de 3,2% no ano". 

Para a taxa de inadimplência oficial, a expectativa (da nova série, revisada) é de 5,8% de inadimplência do total de recursos do sistema.

Na análise regional, o resultado com ajuste sazonal apresentou o seguinte comportamento em fevereiro na comparação com janeiro: Nordeste (-12,3%), Norte (-11,7%), Centro-Oeste (-7,2%), Sudeste (-5,0%) e Sul (-3,2%). 

Quando considerado apenas o setor de varejo, subconjunto do indicador geral, a inadimplência do consumidor registrou queda de 8,1% em janeiro, comparada a janeiro, descontados os efeitos sazonais. Mantida a base de comparação, houve queda generalizada: Sudeste (-9,6%), Nordeste -8,7%), Norte (-4,1%) Centro-oeste (-4,0%) e Sul (-3,6%).

O indicador de registro de inadimplência é calculado com base na quantidade de novos registros de dívidas vencidas e não pagas informados à Boa Vista pelas empresas credoras.



A mediana da inflação esperada pelos consumidores nos próximos 12 meses ficou em 6,9% em julho revela levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV)

comentários

Indicador da Boa Vista SCPC aponta que desde de novembro ocorre uma recuperação gradual no movimento do comércio

comentários

Levantamento da Boa Vista SCPC mostra que 62% dos inadimplentes comprometem mais da metade da renda mensal para quitar as dívidas

comentários