São Paulo, 09 de Dezembro de 2016

/ Finanças

Franco suíço derruba euro, que também cai diante do dólar
Imprimir

A moeda europeia teve queda de 16% depois após o Banco Nacional Suíço (SNB) anunciar o abandono de sua política de estabelecer um teto para o franco

 O euro também caiu diante do dólar -que recuou frente ao iene, com investidores buscando "refúgio seguro" em meio a tantas incertezas.

Desde setembro de 2011, o SNB intervinha no mercado para evitar que o franco suíço subisse acima de 1,20 por euro; depois do anúncio do BC suíço, o euro chegou a cair a CHF 0,85. "A decisão faz um grande comprador do euro ir embora, abrindo o caminho para uma debilidade maior e mais rápida do euro. Como resultado, o dólar deve subir ainda mais", disse o estrategista Kit Juckes, do Société Générale.

"É uma decisão extraordinária, e haverá repercussões enormes no mercado de moedas. O franco suíço é uma moeda importante - não estamos falando de uma moeda de terceira categoria que é pouco negociada", disse Paul Lambert, da Insight Investment. Para Mark Saefele, do UBS Wealth Management, "a decisão foi uma completa surpresa, e o SNB não havia mostrado nenhuma indicação de que reduziria seu compromisso com o piso para o euro antes do anúncio".

Analistas disseram que a decisão do SNB provavelmente foi uma preparação para o impacto que o anúncio de um programa de relaxamento quantitativo da política monetária do Banco Central Europeu (BCE) deverá ter; o BCE poderá anunciar esse programa na próxima semana e compras de bônus governamentais deverão provocar mais pressão baixista para o euro - o que dificultaria o esforço do SNB para sustentar um teto para o franco. "O SNB claramente não estava confortável em manter euros antes de uma decisão como essa do BCE", disse Aroop Chatterjee, do Barclays.

"O problema da Suíça é que o país tem quase um excesso de credibilidade como 'porto seguro'. As pessoas querem desesperadamente manter moeda suíça para defender-se de riscos que veem em outros lugares, especialmente na zona do euro", disse Luke Bartholomew, da Aberdeen Asset Management. Para Lisa Scott-Smith, da Millenium Global, "o SNB estava em uma posição muito difícil e reagiu à altura. O potencial de volatilidade agora é enorme. Fui surpreendida pelo momento do anúncio, mas a pressão era forte".

"A valorização do franco agora significa preços mais baixos para as importações suíças, uma pressão baixista maior sobre a inflação na Suíça e um desafio para a competitividade dos exportadores do país, pelo menos para aqueles que exportam para a zona do euro", disse a economista Evelyn Herrmann, do BNP Paribas.

Também nesta quinta-feira, a rupia indiana subiu a 61,920 por dólar, de 62,190 por dólar ontem, depois de o banco central da Índia (RBI) reduzir sua taxa de recompra em 25 pontos-base, para 7,75%.

 



A moeda norte-americana subiu no dia em que executivos da Odebrecht assinaram o acordo de delação premiada

comentários

Ibovespa (índice das ações mais negociadas e de empresas de maior valor de mercado da bolsa) caiu 3,88%, fechando em 59.507 pontos

comentários

A melhora da confiança também influenciou nas decisões de viajar para o exterior em outubro, segundo avaliação do BC

comentários