Economia

Atividade econômica abre o segundo semestre com crescimento


O crescimento de 0,3% de julho mostra que o indicador prosseguiu em trajetória de recuperação, depois de crescer também no primeiro e no segundo trimestre, de acordo com a Serasa


  Por Estadão Conteúdo 14 de Setembro de 2017 às 13:30

  | Agência de notícias do Grupo Estado


A economia brasileira iniciou o segundo semestre com crescimento, como mostra o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal).

O índice cresceu 0,3% em julho na comparação com junho, com ajuste sazonal. Em relação ao sétimo mês de 2016, o aumento foi de 0,9%, sem ajuste. No acumulado de 2017, a atividade econômica teve expansão de 0,1%.

O resultado de julho mostra que a atividade prosseguiu em trajetória de recuperação no começo do segundo semestre, depois de crescer no primeiro e no segundo trimestre, de acordo com a Serasa.

"A inflação baixa e controlada, a continuidade da redução das taxas de juros, o início do processo de recuperação do emprego formal bem como do mercado de crédito, especialmente para as pessoas físicas, são elementos que estão influenciando a retomada do crescimento econômico", apontam, em nota, os economistas da instituição.

Sob a ótica da oferta, a indústria e o setor de serviços foram os responsáveis pelo avanço do indicador de atividade em julho.

De acordo com a Serasa, o segmento industrial cresceu 0,9%, enquanto o de serviços teve alta de 0,3%. Em contrapartida, o PIB da agropecuária cedeu 1,8% no sétimo mês do ano, depois de um primeiro semestre de "crescimento exuberante".

Já do lado da demanda agregada, houve crescimento nas exportações (2,3%), nos investimentos (0,9%)e nas importações (0,1%). Na contramão, o consumo das famílias e do governo apresentaram quedas de 1,0% e de 0,5%, respectivamente.

FOTO: Fátima Fernandes