São Paulo, 29 de Junho de 2017

/ Blogs

O tablet virou o computador (literalmente)
Imprimir

ArmorActive desenvolve plataforma de segurança para uso de tablets em pontos de venda

Os tablets já vêm sendo usados como substitutos de caixas registradora há algum tempo, mas a ArmorActive desenvolveu uma tecnologia que leva o uso desses aparelhos ainda mais longe – nos sentidos literal e figurado. O sistema é composto de dois itens.

O primeiro é a base, na qual o tablet fica encaixado. Ela conta com todo tipo de conexão encontrada em um computador tradicional, como rede para internet e o cabo do caixa, para que ele substitua um PC como ponto de venda.

O segundo item é a capa que envolve o tablet e se acopla à base. Uma vez acoplado, o tablet fica trancado: a liberação é feita com um chip RFID, que pode estar num crachá -- ou seja, a empresa pode controlar quem tem autorização para retirar o tablet da base.

Isso significa que o aparelho pode ser usado para transações ou por um funcionário que esteja circulando pela loja, demonstrando produtos ou consultando estoques, por exemplo.



O ataque em curso nesta quarta-feira (17/05) estaria relacionado ao "WannaCry", que afetou mais de 200 mil dispositivos em 150 países na sexta (12/05)

comentários

Para Carlos Carnevali Júnior (na foto), presidente do grupo IHC, o déficit na formação de profissionais, a instabilidade do real frente ao dólar e a rede de telecomunicações precária são algumas das razões que explicam o atraso

comentários

O Serviço Europeu de Polícia (Europol) informa que o mega ataque cibernético, iniciado na última sexta-feira (12), já fez mais de 200 mil vítimas em 150 países

comentários