São Paulo, 22 de Julho de 2017

/ Blogs

Grandes empresas lançam projetos para apoiar startups
Imprimir

Estratégia pode acelerar o desenvolvimento de negócios inovadores e salvar a trajetória de grandes corporações

O mundo dos negócios tradicionais encontrou uma forma contemporânea de buscar inovação e adaptação à complexidade do cenário atual, no qual as velhas fórmulas já não funcionam com a mesma efetividade de antes.

Neste sentido, grandes empresas têm criado programas de estímulo a startups para encontrar em mentes externas a solução para problemas que afetam ou afetarão seus mercados.

Ao facilitar o nascimento de um ecossistema de estímulo à inovação, estas empresas abraçam perspectivas oxigenadas de gestão, tecnologia e outros fatores que podem tornar-se, rapidamente, novas vantagens competitivas.

Neste sentido, a estratégia é gerar um ambiente de benefícios mútuos, no qual empreendedores aceleram o desenvolvimento de suas ideias e, ao mesmo tempo, marcas consagradas bebem em fontes frescas para que possam evoluir e manterem-se competitivas.

A BMW é um desses exemplos. Ela criou a BMW Startup Garage, cujo proposito é trazer times de engenheiros e outros profissionais capazes de criar tecnologias disruptivas para o setor automobilístico, em colaboraçãoo com a Universidade Técnica de Munique.

Outro exemplo é o da fabricante norte-americana de bebidas Diageo, que lançou um programa para startups de tecnologia no qual a gigante proveria US$ 100 mil em investimentos focados em antifalsificação e dispositivos inteligentes de embalagem.

A Unilever, uma das principais empresas de bens de consumo do mundo, também entrou nesta onda ao trazer ao mercado a Foundry Platform, uma iniciativa ligada ao Festival de Criatividade de Cannes para promover negócios que ajudem as marcas a se conectarem e engajarem melhor seus públicos.

Exemplos como estes são sintomas claros do encontro entre um fértil ambiente de inovação e o desejo de grandes corporações de se tornarem mais flexíveis, adaptáveis e perenes.

Por que não fazer algo parecido, seja investindo ou buscando investimentos?



A partir de julho, 400 companhias de pequeno e médio porte passam a fazer parte do Programa Brasil Mais Produtivo

comentários

Thiago Rocha, diretor de relações com investidores da Senior Solution, conta como a empresa se preparou para abrir capital na bolsa

comentários

Avaliação é que propostas complementam outras reformas como o teto dos gastos, previdenciária e trabalhista

comentários