São Paulo, 28 de Maio de 2017

/ Blogs

Auxílio funeral e dependentes: como declarar?
Imprimir

Tire todas as suas dúvidas sobre imposto de renda no Diário do Comércio e fique em dia com a Receita Federal

 

 

O valor recebido do empregador, a título de auxílio-funeral, está sujeito à incidência do Imposto de Renda na Fonte?

IOB Sage responde: O valor recebido do empregador, a título de auxílio-funeral, está sujeito à incidência do Imposto de Renda na Fonte e na Declaração de Ajuste Anual do beneficiário.

Somente estão isentos do imposto os valores pagos a esse título pela Previdência Social oficial da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios e pelas entidades de previdência privada.

 

Minha mãe e meu irmão foram declarados como dependentes do meu pai na declaração anterior, nesta declaração posso declará-los como meus dependentes?
 
IOB Sage responde: Os pais que, em 2014, tenham recebido rendimentos, tributáveis ou não, até R$ 21.453,24 podem ser considerados dependentes do contribuinte. Os irmãos só podem ser dependentes se não tiverem o arrimo dos pais, se o contribuinte detiver a guarda judicial, até 21 anos, ou 24 anos se ainda estiver cursando universidade ou escola técnica de segundo grau, em qualquer idade, quando incapacitados para o trabalho.

 

Mande suas dúvidas para impostoderenda@dcomercio.com.br.

 



Henrique Meirelles (foto), ministro da Fazenda, disse que será necessário avaliar o custo de uma medida como essa

comentários

Para presidente (foto), aumento da faixa de isenção permitiria que economia gerada no pagamento do tributo possa ser investido ou gasto no varejo

comentários

Auditores da Receita Federal explicam o funcionamento da declaração única que vai desburocratizar o comércio exterior

comentários